Home

Dr. Edson

Vídeos

Fotos

Local

Contato

  • A vacinação da criança é muito importante. Previne contra doenças graves e até fatais, portanto siga rigorosamente o calendário recomendado pela secretaria da saúde.

  • Protele o dia da vacinação apenas em casos extremos, como por exemplo: Febre, crise de asma, etc., em caso de dúvida, consulte o médico antes de vacinar.

  • Participe sempre das campanhas de vacinação, assim seu filho(a) recebe um reforço da vacina, e você estará contribuindo para a erradicação da doença no país e no mundo.

Guia de Reações Adversas das principais vacinas:

Vacinas Quando Aplicar Descrição Função Reação Duração
BCG Ao nascer, se possível ainda no berçário. Injeção no braço direito. Protege contra formas graves de tuberculose. Não dá reações gerais. No local forma-se uma ferida que se transforma em cicatriz. Dose única, protege por toda a vida.
Hepatite B

Ao nascer/1mês/6meses de idade.

Injeção na coxa direita. Protege contra a hepatite B. São pouco frequentes: Dor no local e febre. A vida inteira.
HIB* 2/4/6 meses; reforço aos 15 meses de idade. Vacina injetável. Protege contra formas graves de infecção pela bactéria Hemophilus influenzae, como, por exemplo, a meningite por Hemophilus. São pouco frequentes: Dor eritema e/ou enduração, febre, irritabilidade e/ou sonolência. A vida toda, com o esquema completo.
Antipneumocócica 10
Comercialmente chamada Prevenar, esta vacina protege contra infecções invasivas pela bactéria pneumococo. As vacinas disponíveis anteriormente só podiam ser usadas após os 2 anos de idade.Uma nova vacina foi lançada e sua aplicação é recomendada pelo Centro de controle de Doenças (CDC) de Atlanta, Estados Unidos, em 3(três) doses. (aos 2, 4 e 6 meses de idade com reforço após 1 ano.
Antipneumocócica 23 Aos 2 anos I M Protege contra 23 tipos de Pneumococos. Dor no local e Febre. 5 anos.
Tríplice Bacteriana 2/4/6 meses e reforço aos 15 meses de idade. Injeção na coxa. Protege contra difteria, coqueluche e tétano. São frequentes: dor, vemelhidão, enduração local, febre, mal-estar geral e irritabilidade. A duração por coqueluche é por toda a vida. A proteção contra o tétano e a difteria requer revacinação periódica (10 em 10 anos).
Rotavírus 6 semanas e 14 semanas Vacina Oral (evitar administração junto com a de poliomielite) Protege contra infecção por Rotavírus. Pouco frequentes. Ainda em determinação.
Hepatite A 12 e 18 meses. Vacina injetável. Protege contra a hepatite A. São pouco frequentes. A vida toda.
Tríplice Viral 12 meses de idade, com reforço entre os 4 e os 10 anos. Vacina injetável. Protege contra o sarampo, caxumba e rubéola. Febre e erupção cutânea de curta duração, meningite de evolução em geral benígna. A vida toda.
Varicela A partir de 1 ano de vida, reforço com 4 ou 5 anos. Vacina injetável. Protege contra a varicela (catapora). São pouco frequentes: Febre exantema. A vida toda.
Antigripal 6 meses de idade, mas de preferência a partir de 1 ano. Vacina injetável. Vacina que protege contra a infecção pelo vírus influenza, causador da gripe. Não é indicada rotineiramente para todas as crianças, mas apenas em casos especiais, naquelas com problemas como asma grave ou infecções de repetição. Deve ser repetida anualmente.
Poliomelite Oral (OPV) 2, 4, e 6 meses. Vacina Oral. Protege contra a poliomielite (Paralisia Infantil). Muito Raras; Diarréia e Febre. A vida toda.
Antimeningocócica C conjugada 3 e 5 meses de idade com reforço aos 15 meses. Vacina injetável. Protege contra a meningite pelo meningococo C. Dor local e Febre. A vida toda.
HPV Mulheres a partir dos 9 anos e Homens entre 9 e 26 anos Vacina injetável. Protege contra câncer genital. Desconforto Local A Vida toda.
 

Clínica Infantil - Dr. Edson Trevisan - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Nery Systems