Home

Dr. Edson

Vídeos

Fotos

Local

Contato

 
 

Entenda o que é Alergia

 

Saiba que 30% da população mundial sofre de alergia, e que alergia não é doença. Alergia pode ser definida como um tipo de reação indesejável do organismo quando entra em contato com substâncias estranhas, os chamados antígenos (poeira de casa, ácaros, mofo, escamas e pêlos, fibras vegetais e sintéticas, etc.). É uma carqacterística herdada que passa de geração a geração e que de acordo com sua intensidade pode acabar gerando as doenças alérgicas.

Entre as alergias respiratórias, a rinite é a mais frequente e tem forte caráter genético, com incidência maior entre filhos de pais alérgicos. Já se sabe que achance de um casal não alérgico ter filho alérgico é de 15%. Quando um dos pais é alérgico esta chance sobe para 30% a 50%, e quandoambos são alérgicos passa para de 50% à 75%.

É comum dizer que se é alérgico a isto ou aquilo, na verdade o que queremos dizer é que reagimos contra certas situações às vezes inesperadas.

O Sistema Imunológico (nosso sistema de defesa) é quem determina se uma substância é estranha ao nosso corpo e disponibiliza meios para neutralizá-la. Acontece que em algumas pessoas que por algum motivo se tornaram mais sensíveis que as outras, esta neutralização acaba ocorrendo de maneira exagerada. Diz-se então que essa pessoa tem HIPERSENSIBILIDADE. Contudo como esse nome ficava muito complicado para usar toda hora, o mais comum é dizer que tem ALERGIA. Por isso, a alergia não pode ser descrita totalmente como uma doença, mas sim, um estado reacional do organismo, assim como por exemplo, na queimadura de praia, a nossa pele não se queima por ter algum defeito, e sim porque cada indivíduo tem um limite de exposição à luz solar, e quando ultrapassa esse limite, a pele reage, podendo ir do simples bronzeamento até uma queimadura.

O mesmo acontece com nosso sistema imunológico, que quando ultrapassa determinado limite (que é próprio de cada pessoa) desencadeia uma séria de mecanismos, com intuito de defesa. O problema é que as vezes estas reações não acontecem em grau de maior ou menor magnitude, como falta de ar, coceira e nariz entupido espirros, causando muito desconforto.

Como ficamos Alérgicos?

 

A ALERGIA não surge do dia para a noite, ela vai aparecendo devagarinho. A cada vez que o nosso corpo entra em contato com uma substância que ele considera estranha (ANTÍGENO), produz ANTICORPO da classe IgE. Assim quanto mais antígenos entram em contato conosco, mais anticorpos serão produzidos e irão se aderir na superfície de células de alguns de nossos órgãos. Estas células são os MASTÓCITOS, que se encontram nos pulmões, pele, mucosa nasal, intestinal e outras; e os BASÓFILOS (células da corrente sanguínea).

Agora imagine um MASTÓCITO já cheio de alérgenos e novas exposições aos antígenos, mais anticorpos serão formados tentando nos defender de vários mecanismos de defesa, tanto de dentro dos mastócitos quanto dos basófilos são liberadas substâncias como a HISTAMINA, os LEUCOTRIENOS e substâncias vaso-ativas, que iniciarão uma série de reações com a finalidade de bloquear os agentes estranhos.

LOCAL DE ATUAÇÃO: PULMÃO

Quando a reação ocorre no pulmão e adjacências, temos um aumento do muco ou catarro, Edema (inchaço) do brônqui (canal onde circula o AR que respiramos) e um estreitamento de seu calibre e como consequência teremos a ASMA BRÔNQUICA com o quadro de dificuldade para respirar, chiado, tosse, mal estar geral pela baixa oxigenação do sangue, que pode variar em graus leve, moderado ou grave, até insuficiência respiratória.

LOCAL DE ATUAÇÃO: NARIZ

Como decorrência da inflamação da mucosa nasal teremos a RINITE ALÉRGICA, que apresenta um quadro de "nariz entupido", espirros, coceira no nariz e nos olhos, corrimento nasal, às vezes sensação de ouvido "entupido", bem como dor de cabeça. As pessoas reclamam que parecem estar resfriadas e acabam fazendo "tratamentos" para gripe desnecessários. Quando este processo se torna crônico a pessoa passa a respirar predominantemente pela boca, ficando mais propensa às infecções e crises, porque perdem a proteção das funções nasais, que são de filtrar, aquecer e umidificar o ar que respiramos, além disso, ocorrem alterações anatômicas nos ossos da face, da mordida, da postura e da fala.

LOCAL DE ATUAÇÃO: PELE

Quando o órgão de resposta da alergia é a pele, o que observamos é o aparecimento repentino de "manchas avermelhadas" com coceira ou não. Na forma crônica existe a DERMATITE ATÓPICA com lesões frequentes nas dobras dos cotovelos ou joelhos e também no rosto.

 

Perguntas e Respostas em Alergia

 

O que é alergia?

Alergia é quando nosso corpo reage "a uma substância que ele reconhece como estranha.

Alergia é uma doença?

Não propriamente. O que ocorre é um aumento na intensidade com que o nosso corpo se defende de um agente estranho para ele. Na verdade alergia é uma característica do indivíduo.

Alergia é hereditária?

Não necessariamente. Observamos que indivíduos de um mesmo grupo familiar apresentam sinais de alergia, se pai e mãe são alérgicos as probabillidades aumentam para os filhos.

Qual a idade para se ter alergia?

Qualquer uma. A alergia não depende da idade e sim de como é a sensibilidade do indivíduo e o seu limite de exposição "às substâncias alergênicas".

Existe alergia sem sintomas?

Sim. Os sintomas surgem quando o limite de exposição for ultrapassado.

Pode-se determinar qual é esse limite?

Tecnicamente sim, mas na prática do dia-a-dia não. Seria impossível andar na rua ou em casa acoplado a medidores.

Como então não alcançar este limite?

De dois modos: Primeiro é por estrita observância dos cuidados de controle ambiental (leia adiante), e o segundo consiste em elevar o limite, com o tratamento de IMUNOTERAPIA.

O que é Controle Ambiental?

É o modo pelo qual reformulamos a nossa maneira de contato com as substâncias ou produtos que sabemos que nosso corpo reage.

O que é IMUNOTERAPIA?

Também chamado de "vacina hipossensibilizante", é o meio mais eficiente que dispomos, através do qual vai se ensinando ao corpo tolerar determinadas substâncias.

Quanto demora o tratamento?

Em geral 18 meses para ficar livre dos sintomas, porém a duração é de 40 meses.

E se eu ficar sem sintomas antes disso?

O tratamento deverá ser completado para que se obtenha um benefício de pelo menos 10 anos. Lembre-se de que não basta "apagar o incêndio", tem que ter certeza de que o fogo não irá recomeçar.

O que são testes alérgicos?

São exames para determinar se uma pessoa reage a determinada substância e em que intensidade, e serve de base para a escolha da imunoterapia.

Os alimentos provocam alergia?

Na maioria das vezes não, contudo algumas pessoas podem ter reações ao leite de vaca, ovo, trigo e alguns frutos do mar. O que mais provoca alergia são substâncias químicas adicionadas aos alimentos (corantes, conservantes, acidulantes, etc.).

Tomar banho gelado melhora a alergia (asma)?

Não às vezes piora o quadro. O banho deve ser morno-frio, mas suportável e agradável, o banho muito quente não é recomendado.

Natação é bom para quem tem asma?

A natação ou outro esporte, fazem bem para quem tem alergia ou não. Quem tem asma induzida pelo exercício deve usar brocodilatador previamente.

Qual é a restrição para quem tem asma?

Nenhuma. Pode-se fazer de tudo, desde tomar sorvete, a banho de chuva, conquanto se observem algumas normas do tratamento.

Quem tem asma deve ser dispensado da Educação Física?

Não. Ter asma não impede, o professor pode adaptar a aula ao aluno se necessário.

Qual a diferença entre asma e bronquite?

Asma ocorre por mecanismo inflamatório (defesa), ao passo que bronquite por infecção ou irritação (fumante).

Na rinite pode-se ficar com o rosto deformado?

Sim. Se o processo se inicia na infância e não é tratado devidamente com fonoaudiologia, ortodontia, fisioterapia e imunoterapia, isto poderá ocorrer.

Como saber se o tratamento de Imunoterapia está sendo eficaz?

Observando a diminuição da frequência das "crises", e também a intensidade das mesmas.

Quando se deve parar o tratamento da Alergia?

Quando o médico determinar e/ou quando ficar 1 ano sem sintomas.

 

Principais Alergias

 

Asma brônquica ou bronquite alérgica, rinite, sinusite, conjuntivite, Dermatite atópica, urticária, dermatite de contato, alergia a alimentos, insetos e ocupacional. De modo geral todo alérgico deve evitar o uso de: AAS, Diclofenato, Nimesulide e outros antiinflamatórios. Também deve-se evitar o consumo de refrigerantes de laranja, uva, groselha, framboesa e similares, assim como, refrescos em pó. Frutas naturais são permitidas.

 

Controle Ambiental

 

Para que o tratamento com imunoterapia tenha melhor resultado, torna-se indispensável que o paciente ou responsável compreendam e sigam as normas a seguir:

NA SUA CASA: Você deverá evitar que junte PÓ e BOLOR;

1) Escolha o local mais arejado e quente para o lugar da cama, com SOL;

2) Abra as janelas da casa, pelo menos uma hora por dia;

3) Evite paredes e móveis úmidos e mofados; se tiver bolor na casa ou móveis passe com esponja ÁCIDO FÊNICO à 5% ou água sanitária (deixe ventilar bem em seguida);

4) Não deixe que sua criança brinque em lugares empoeirados, não guarde em sua casa coisas que acumulem pó. Use um PURIFICADOR DE AR (Bizzamar ou Airfree);

5) Se você possui um quarto separado para seu filho(a) dormir, NÃO coloque nele muitos móveis, tire as CORTINAS, BRINQUEDOS FELPUDOS, TAPETES, ESTANTES, e outras coisas que possam juntar pó. Recubra o colchão e o travesseiro com material impermeável adequado (digite num site de busca: "capa de colchão para alérgicos);

6) Durante a limpeza, evite levantar pó, passe pano úmido à tarde;

7) Não use inseticida, cera, defumadores ou espiral em casa;

8) Eviter ter ANIMAIS de pêlos ou penas, mas se seu filho gosta muito de bichos compre um aquário com peixes;

9) Não deixe muitas PLANTAS dentro de casa.

10) Lavar as roupas de cama em água quente (55ºC) a cada 2 semanas (lençol e fronha);

11) Usar aspirador com filtros HEPA (KARCHER DS 5500) (www.karcher.com.br);

12) Medidas para controle de baratas em casa.

 

EM RELAÇÃO À CRIANÇA:

1) Dê banho diário com sabonete neutro, sem perfume;

2) Escove seus cabelos com movimentos para trás, antes de deitar;

3) Não use roupas de lã ou tecidos felpudos; os cobertores e blusas de lã que ficam guardados o ano todo acumulam pó, ácaros e fungos, portanto devem ser lavados antes do uso;

4) Não use perfumes, talcos, ou produtos de cheiro forte;

5) Não deixe seu filho(a) brincar como colas, tintas, gatos e cães;

6) Deixe-o(a) brincar, correr à vontade ao ar livre e tomar sol;

7) Dar refeições completas, em horários certos; Os sulfitos são aditivos alimentares (código-PV) muito usados para conservar frutas e legumes frescos ou desidratados. Ao usar, lave-os bem. São também conservantes de refeições de restaurantes, principalmente saladas, frutos do mar e sucos de frutas industrializados;

8) Se possível, praticar NATAÇÃO regularmente, após os 4 anos de idade;

9) Ensine-o(a) a fazer ginástica respiratória 2 vezes ao dia, durante 5 minutos: Encher os pulmões de ar e soprar vagrosamente até não ter mais ar dentro dos pulmões;

10) Tomar banho morno diário, muito quente não é recomendado;

11)APLIQUE AS VACINAS CONTRA PNEUMONIA E GRIPE.

 

EM RELAÇÃO À FAMÍLIA:

1) Não deixe que FUMEM perto da criança e dentro de casa;

2) Dê os remédios que foram receitados pelo médico, apenas em horas certas e nas doses da receita. Trate a criança de modo sempre igual, com atenção e carinho, durante ou sem a crise de asma;

3) ASMA e RINITE não têm cura definitiva, por isso o sucesso do tratamento depende muito de que esses cuidados que você acaba de ler, sejam seguidos com muita determinação. Assim procedendo chegaremos bem próximo da cura, para uma vida normal e feliz.

Imunoterapia Hipossensibilizante

 

As vacinas para imunoterapia hipossensibilizante são elaboradas a partir de extratos antigênicos selecionados e purificados. Observa-se que, pelo próprio mecanismo de hipossensibilização, são raríssimas as reações colaterais, e quando ocorrem são erupções avermelhadas que desaparecem espontaneamente em no máximo 2 dias. Podem ser usadas concomitantemente com qualquer tratamento e medidas terapêuticas associadas.

Como funciona a Imunoterapia

 

Como já vimos anteriormente, toda vez que o alérgico entra em contato com uma substância que para ele é estranha, o seu organismo fabrica uma imunoglobulina (Anticorpo) para se defender, a chamada IgE. Assim sendo, quanto mais contato com substâncias alergisantes ele tem, mais IgE produz e consequentemente mais e maiores reações alérgicas acontecem. Quanto mais tempo em exposição, mais frequentes as crises se tornam.

Quando se inicia o tratamento com Imunoterapia, a resposta do organismo, se faz produzindo uma outra imunoglobulina, só que desta vez do tipo IgG, que tem por finalidade bloquear a produção de IgE e impedir a continuidade da reação alérgica. Quanto maior o tempo da Imunoterapia, mais o organismo vai perdendo a quantidade de IgE e as reações alérgicas vão diminuindo de intensidade e frequência.

De uma maneira simplista, podemos dizer que a Imunoterapia é a maneira pela qual vamos acostumando o organismo às substâncias tidas por ele como estranhas, até que não ocorra mais reação.

MODO DE APLICAÇÃO:

Usar seringa para insulina descartável estéril de 1ml/cc com graduação de 10 até 100, onde 10 corresponde a 0,1 e 20 a 0,2 etc...e agulha 13/4,5. Aplicar via subcutânea profunda. Não aplicar superficialmente. O melhor local é a face posterior do braço na medade da distância entre o ombro e o cotovelo.

 

Clique aqui para imprimir e preencher um questionário para mostrar ao Dr. Edson


 

Clínica Infantil - Dr. Edson Trevisan - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Nery Systems